CTEEP investe aproximadamente R$ 40 milhões para obras do Complexo Jupiá

Aporte ampliará em aproximadamente 470 MVA a capacidade instalada no Sistema de Transmissão de Energia Elétrica da região

A Companhia de Transmissão de Energia Elétrica Paulista (CTEEP) acaba de concluir a energização do Complexo Jupiá, interior de São Paulo. Com investimento de aproximadamente R$ 40 milhões, autorizado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), o empreendimento tem por objetivo ampliar a capacidade de transmissão de energia elétrica da região, proporcionando um incremento de aproximadamente 470 MVA (mega volt ampère).

Essa é mais uma obra importantíssima para o sistema da CTEEP no estado de São Paulo. São sete projetos, que atendem a região de Ilha Solteira e os municípios de Andradina, Castilho, Mirandópolis, Pereira Barreto, Palmeira D'Oeste, Selviria e Três Lagoas . O complexo contou com a ampliação da capacidade instalada nas entradas de linhas das subestações (SEs) Ilha Solteira e Três Irmãos, construções d as linhas de transmissão de 138 kV Três Irmãos-Ilha Solteira ( trecho de 0,65 km) e Três Irmãos-Andradina (30 km), recapacitações das LTs Ilha Solteira-Jupiá (4,7 km) e Ilha Solteira-Jales (111 km), e reconstrução de 47 km da LT de 138 kV Jupiá-Valparaíso (trecho entre Jupiá e Três Irmãos). As obras tiveram início em fevereiro de 2007 e entraram em operação em fevereiro deste ano.

"As obras fazem parte do programa de ampliação e reforços da CTEEP. Alinhada à estratégia da companhia, e à proporção do desenvolvimento econômico da região, a nova configuração do Sistema de Transmissão de Energia Elétrica da região permitirá maior disponibilidade para o atendimento de novos empreendimentos, flexibilidade no atendimento e mais agilidade na solução de problemas, gerando assim mais confiabilidade ao Sistema Elétrico", afirma Luiz York Giro, gerente de Planejamento da Expansão da CTEEP .

O executivo completa que um dos destaques desse complexo sistema é a possibilidade de proporcionar novas conexões com acessantes de biomassa, como foi o caso da Usina Termelétrica Gasa (conectada ao barramento de 138 kV da SE Três Irmãos) e de diversas outras usinas da região. "Com esse empreendimento atingimos um aumento de 130% na capacidade instalada na rede elétrica da região, garantindo atendimento aos consumidores para os próximos 10 anos", finaliza York.

Desafios técnicos

"O projeto tem características próprias", menciona Marcos Lopes, gerente de Gestão de Obras da CTEEP. "Para se ter uma idéia, as obras do Complexo Jupiá necessitaram de 640 toneladas de cabos e 1.300 toneladas de aço para as estruturas das novas torres. No pico da obra, 330 pessoas trabalhavam em diversos locais", completa.

Um importante destaque foi a construção da nova linha de transmissão Três Irmãos-Andradina, em um trecho de oito quilômetros, paralelamente à existente sem que esta fosse interrompida ou sofresse qualquer tipo de desligamento.

Outro destaque dessa obra foi a utilização de cabos especiais para aumentar a potência da Linha de Transmissão 138 kV Jupiá-Três Irmãos. A LT possui um trecho de travessia sobre o Rio Paraná de 1.500 metros de extensão, com três torres instaladas no leito do rio, e com a aquisição dos cabos ACCR da 3M – com peso 30% inferior, capacidade de conduzir até três vezes mais corrente e agilidade no processo de instalação – dispensaram a construção de novas torres, mantendo a mesma estrutura de transmissão.

Investimentos no sistema de transmissão de energia

O Plano de Investimentos Plurianual da CTEEP para o próximo triênio (2009-2011) tem recursos previstos em torno de R$ 2,1 bilhões. Os investimentos objetivam o atendimento ao Sistema Interligado Nacional (SIN), como reforços, ampliações e manutenções no sistema, além de novas conexões. Esse montante considera apenas os projetos aprovados até o momento pela Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) e os projetos conquistados nos últimos leilões.

Para esse ano estão previstas aproximadamente 56 energizações em todo o Estado de São Paulo, que visam a ampliar a confiabilidade na transmissão de energia, com investimentos de aproximadamente R$ 547,8 milhões.

CTEEP – Companhia de Transmissão de Energia Elétrica Paulista
A CTEEP é uma companhia do Grupo Empresarial ISA, que opera uma complexa rede de transmissão, por onde trafegam 30% da energia produzida no Brasil e 60% da eletricidade consumida no Sudeste do País. Seu sistema elétrico é composto por 12.140 km de linhas, 18.646 km de circuitos de transmissão e 102 subestações com capacidade de transformação de 43.109 MVA. Com uma extensa malha de linhas de transmissão e subestações em todo o Estado de São Paulo, atende concessionárias de distribuição, consumidores de grande porte e ao exigente mercado brasileiro. Com as conquistas de novas concessões nos últimos leilões de transmissão, a CTEEP hoje está presente em doze estados brasileiros. Seu lucro líquido em 2008 foi de R$ 827,1 milhões.

Grupo Empresarial ISA
Atua nos setores elétricos e de telecomunicações. Maior transmissor de energia da América Latina, o grupo possui 37.629 quilômetros de circuito de alta tensão e mantém atividades de transporte e serviços associados, como a operação e administração dos mercados de energia. É formado pelas seguintes empresas no setor de eletricidade: ISA, Transelca, ISA Peru, Red de Energia del Peru, Consorcio TransMantaro, ISA Bolívia, XM – Compañia de Expertos em Mercados e CTEEP. Em telecomunicações, atua na Colômbia e Peru com a empresa Internexa. O Grupo ISA detém mais de 37% do capital total da CTEEP.
 
Informações para Imprensa
CDI Comunicação Corporativa
www.cdicom.com.br- (55 11) 3817-7900
Mariana Bertolini – mariana@cdicom.com.br- (55 11) 3817-7913
Mariangela Morenghi – mariangela@cdicom.com.br- (55 11) 3817-7946
Anaísa Silva – anaisa@cdicom.com.br- (55 11) 3817-7917 Voltar